De mendigo a filho do Rei

Das coisas ruins que passamos, silenciamos, observamos os contextos, analisamos e tiramos proveito para aprimoramentos. Das boas, regozijamo-nos e repartimos com todos os quanto achamos por bem compartilhar… É o que faço agora nas linhas abaixo:

De mendigo a Filho do Rei. Livro compilado pelo Pr. JJ que digo de passagem e com respeito, que por ele (Pr. JJ) tenho admiração pelo empenho que tem em registrar em folhas e administrar o que faz como motivo para anunciar o Nome de Jesus e não com própria glória sua.

 Confesso que ao contrário dos dois livros antecedentes, demorei um pouco para começar a leitura e achei o momento num dia que deveria esperar uma consulta médica que por sinal daria pra ler os três livros de tanto esperar. Bom, não é a isso que quero me ater, mas, no aprendizado que me trouxe a cada página em que me debruçava ao ler o testemunho do Pr. Gilmar. Não me envergonho em dizer que minha vontade era de chorar quando imaginava a realidade em que precedeu a vida cristã do Pr. como mais ainda pelo fato de não se tratar de um testemunho de mídia, de fama e de famosidade mundana onde inúmeras pessoas se espelham e tornam-se fã, mas de um testemunho verdadeiro, marcado pelo Grande Amor de Cristo que não olha status social, mas o interior de cada um de nós. Ao fazer a leitura final do livro minha vontade era de abandonar o consultório, esquecer a doença e lembrar os inúmeros interiores humanos que me rodeavam naquele momento. Tantas reflexões me vieram a cabeça e tantos focos que comecei a enxergar das possibilidades que temos em nossas mãos de falar do Grande Amor de Jesus e o testemunho próprio e vivo que temos pra comprovar isso.

     Outrora, a maioria de nós viemos do mundo, longe de Deus, buscando a Deus de forma errada, e vivendo num estado de vida desprezível pela sociedade. E Deus, sem ignorar nosso estado pobre nos chamou para servir a Ele.  A maioria de nós nordestinos, quando crianças éramos extremamente pobres, viemos de lares onde nossos pais ou nós mesmos enfrentamos o corte de cana ou fomos aos labores das plantações muito cedo. Sabemos o que é dormir sem lençol ou em estado de calamidade em intensas chuvas debaixo de tetos lamentáveis. Sabemos o que é comer pouco e poucas vezes por dia. Entendemos o que é viver com pouquíssimo dinheiro e desejar poucos sonhos. Sabemos de perto o que é casa de taipa e telhado de palha com portas e cama de vara. Sabemos o que é colchão de palha e panela de barro. Sabemos o que é colher madeira e acender fogo à lenha, não em fogão feito de ferro, mas de barro, esculpidos por nossas próprias mãos. Sabemos o que é acordar bem pela madrugada pra caminhar léguas até chegar no trabalho rural e chegar tarde em casa e tomar um banho com água tirada dos riachos para não só tirar a poeira do longo dia, mas a fadiga do árduo labor. Quanta coisa sabemos e vivemos… E fizemos… E superamos… E mudamos… E melhoramos… E temos em abastança. Ao ponto que nos acomodamos em estar bem; em pensar em nós, em esquecer que 24 horas são poucas horas pra fazermos o tanto que podemos. Escrever nossa história como Pr. Gilmar escreveu. Ler a história de alguém. Recontá-la. Anunciá-la. Compartilhar não nos facebook’s ou coisa parecida, mas na face dos humanos que precisam de Deus como precisamos urgentemente no dia em que Ele nos chamou. Meu Deus, quanto temos pra dizer que Jesus é bom!!! Quantas são as maravilhas que carregamos como experiência da pobreza que já vivemos. A nossa memória é para ser usada, praticada, colocada em foco, pois é nela que temos as nítidas lembranças de quem éramos quando crianças ou até mesmo jovens. Não somos simples representantes de uma mega empresa, somos firmes anunciantes com grandes destrezas, com folhetos internos em nós que podem salvar uma Decápole se unirmos o grande ato de compaixão do Nosso Mestre com os vales de onde viemos. Éramos mendigo talvez não como Pr. Gilmar, mas mendigamos tanta coisa na vida e Deus nos ofereceu uma parte do Reino Dele pra cuidar. Tão acomodados às vezes nos tornamos que esquecemos que a grande riqueza que temos não é para descanso terreno, mas, eterno. Então, como convidada do Rei para esta exposição de vida pobre que tive e já não tenho mais, me cabe a audácia de te convidar a fazer parte do grupo dos que anunciam O NOME DE JESUS incansavelmente, pois se recebes esta mensagem agora, é por que és Filho do Rei como sou.

   Como filho do Rei, estás convidado para anunciar comigo a tua história de ex mendigo. As regras são simples, pois a experiência está dentro de você. É só colocar em prática como te vem a mente em usar, pois sei que sabes. As inúmeras almas que ainda continuam mendigando precisam ser convidadas também como fostes. Todos os dias elas te encontram, passam por você com olhar de esperança por um convite. Deus te escolheu para anunciar coisas grandes e não podes ficar parado. O teu livro humano precisa ser lido por outras vidas!!! Vai carta viva de Cristo! Anuncia que Jesus é o único Deus e está voltando!!!

Sem mais,

         De uma ex mendiga espiritual:

                                  Claudete Rocha, filha do Rei Jesus.

 

Anúncios

Um novo ano

Chegamos ao final de mais um ano, e estamos as portas de um novo ano, o ano de 2016!

Mas você já pensou como vai ser esse ano de 2016, ou quais são seus planos e metas?

Já pensou o que vai fazer para este ano ser diferente?

Todos nós planejamos muitas novidades para a entrada de um novo ano, com muitas mudanças e isso é bom… Buscarmos algo melhor ou estarmos em um nível mais alto ao que nos encontramos sempre é um desafio, e muitas vezes isso nos dá força para buscarmos o que queremos.

Mas…

Ao voltar em planos e metas, você já pensou no que vai fazer de diferente para Deus neste novo ano, o que vai fazer para ajudar na casa de Deus?

-Orar mais !?

-Jejuar mais !?

-Ler mais a bíblia !?

-Evangelizar mais !?

-Ganhar uma alma pra Jesus !?

-Ajudar o pastor !?

-Louvar mais !?

Todos nós somos úteis e podemos ajudar na casa de Deus, todos nós podemos ter uma função dentro da casa de Deus. Todos fazemos parte do corpo de Cristo e podemos ajudar em alguma coisa… Talvez você não seja tão forte em evangelizar, mas gosta de jejuar em ajuda daqueles que vão evangelizar, talvez você ache que não tenha uma boa voz para cantar na igreja, mas você pode ser um destaque em louvor e adoração enquanto outro irmão canta… Sempre temos um ponto em que podemos ajudar na casa de Deus!

Que neste novo ano em que entramos possamos buscar mais a presença de Deus e a sua vontade sobre nossas vidas, que tenhamos uma grande comunhão com Deus para podermos ajudar na obra de Deus. Que Jesus Cristo seja a nossa prioridade e assim certamente teremos um ano cheio de glórias e vitórias, pois a bíblia nos ensina em que buscando o reino de Deus em primeiro lugar, as demais coisas nos serão acrescentadas .

Mateus 6:33

“Mas buscai em primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas as coisas vos serão acrescentadas.”

Feliz 2016 !

A FÉ NOS FAZ VENCER A TENTAÇÃO

Pode ser que as vezes você sinta que uma tentação é forte demais para ser tolerada, mas isso é uma mentira de satanás. Deus prometeu nunca permitir que houvesse sobre você uma tentação ao qual você não pudesse suportar para lidar com a situação. Ele não permitirá nenhuma tentação que você não possa superar. Então você precisa crer no que a palavra de Deus declara sobre esta situação:

I Coríntios 10:13

“Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar.”

Direcione sua tentação para outra coisa.

Em nenhuma parte da palavra há orientação para “resistir” a tentação. Somos orientados a resistir ao diabo. Resistir a um pensamento, que quando concentrado em coisas erradas isso fortalece a sedução. Toda vez que você tenta bloquear um pensamento, você o empurra mais para o fundo da memória. Você não combate a tentação combatendo a sensação que ela traz. Como a tentação começa sempre com um pensamento, a forma mais rápida de neutralizar seu fascínio é desviar sua tentação ou sua atenção para outra coisa. Você ganha ou perde uma batalha contra o pecado dentro de você, na sua mente.
Revele sua luta ao seu pastor ou a um irmão de sua confiança e que poderá lhe ajudar!

Tiago 4:7

“Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.”

Você não precisa espalhar para todo mundo, mas precisa ao menos de uma pessoa com quem possa abertamente partilhar sua luta.

Eclesiastes 4:9

“Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho. Porque se um cair, o outro levanta o seu companheiro; mas ai do que estiver só; pois, caindo, não haverá outro que o levante.”

Se você está perdendo a batalha contra um mau hábito persistente, um vício, ou uma tentação e está em um ciclo repetitivo de (infecção-fracasso-culpa), não irá se recuperar sozinho por conta própria. Você precisa de um amigo, irmão companheiro de fé para lhe ajudar. Algumas tentações são vencidas somente com a ajuda de alguém que Deus colocou sobre a sua vida e ao seu lado.

A comunhão honesta e autêntica é o antídoto para sua luta solitária contra os pecados difíceis de vencer. É preciso ter fé de que este é o propósito de Deus na comunhão do corpo, para alguém ser sincero e se deixar ajudar.

A verdade é que qualquer assunto sobre qual você não possa falar, já está fora de controle na sua vida.

Romanos 3:23

“Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus”

O que você finge não ser um problema na sua vida, do que você tem medo de falar?

Você não irá resolver isso por conta própria. Eu sei que é humilhante admitir nossas fraquezas perante outras pessoas, mas é exatamente a falta de humildade que muitas vezes o está impedindo de ser um vencedor.

Tiago 4:6 -7

“Antes, ele dá maior graça. Portanto diz: Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes. Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.”

Perceba sua vulnerabilidade.

Jeremias 17:9

“Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?”

Deus nos adverte para nunca ficarmos orgulhosos ou muito confiantes, pois esta é a receita da queda e da desgraça de muitos. Nas circunstâncias adequadas, qualquer um de nós é capaz de qualquer pecado. Não devemos baixar a guarda e imaginar que somos imunes às tentações. Não se ponha por descuido em situações que lhe tragam tentações, evite-as.

Provérbios 14:16

“O sábio teme, e desvia-se do mal, mas o tolo se encoleriza, e dá-se por seguro.”

Lembre-se de que é mais fácil ficar fora das tentações do que sair delas.

I Coríntios 10:12

“Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe não caia.”

Resista ao diabo

Tiago 4:7

“Resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.”

Após termos nos humilhado e submetido a Deus, somos orientados a desafiar o diabo. Não devemos ficar inertes diante dos ataques do diabo. Devemos contra-atacar. Faça como Jesus, use a palavra para vencê-lo.

Não argumente com o diabo, pois ele argumentará melhor do que você. Vença satanás não com armas carnais; porém com a verdade de Deus. Creia na palavra de Deus e você será um vencedor.

Sendo alguém diferente

Na Quinta-feira, dia 24 de Setembro nosso pr. John John lançou seu segundo livro. “Sendo alguém diferente” vol. 2.

Um livro evangelístico e sem custos, disponibilizado pelo próprio pastor.

Você gostaria de ter o livro “Sendo alguém diferente”?

Entre em contato com nosso pastor e ele disponibilizará um aos interessados.

E-mail: johnjrl@terra.com.br

Sem título